Esportes

Do amor a Jesus ao ódio a Neymar

Do amor a Jesus ao ódio a Neymar

https://www.uol.com.br/esporte/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/09/16/renato-mauricio-prado-do-amor-a-jesus-ao-odio-a-neymar.htm O técnico português Jorge Jesus, no Flamengo, e Neymar, no Paris Saint Germain, viveram momentos de brilho intenso em seus últimos jogos, mas provocaram reações diametralmente opostas nas torcidas de seus clubes. Jesus conduziu o time rubro-negro à vitória que lhe garantiu o título simbólico do primeiro turno do Brasileiro, ao bater, num jogo […]

Leia Mais
A mudança fundamental

A mudança fundamental

https://esporte.uol.com.br/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/09/09/renato-mauricio-prado—jesus-sampaoli-e-tiago.htm   A grande diferença do futebol do Flamengo de hoje em relação ao que se viu nos seis anos da gestão de Eduardo Bandeira de Mello está na vice-presidência de futebol. Na administração anterior, ninguém era “do ramo”. Agora, com Marcos Braz (campeão brasileiro em 2009, no mesmo cargo), a diretoria pode até errar, […]

Leia Mais
Jesus multiplica meias e prega volantes na cruz

Jesus multiplica meias e prega volantes na cruz

https://esporte.uol.com.br/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/09/02/renato-mauricio-prado-jesus-multiplica-meias-e-prega-volantes-na-cruz.htm Tanto o Internacional de Odair Hellmann quanto o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari enfrentaram o Flamengo de Jorge Jesus com três volantes no meio-campo. E não o fizeram apenas por precaução, diante da reconhecida habilidade dos jogadores rubro-negros do setor, mas, acima de tudo, por convicção em suas estratégias e maneiras bem semelhantes de...

Leia Mais
Categoria do goleiro ao ponta-esquerda

Categoria do goleiro ao ponta-esquerda

https://esporte.uol.com.br/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/08/26/renato-mauricio-prado-categoria-do-goleiro-ao-ponta-esquerda.htm Quando eu era garoto e ia ao Maracanã com meu pai, cansei-me de vê-lo se exasperar com a mediocridade do Flamengo, nos meados da década de 60, início da de 70. Enquanto isso, o Botafogo desfilava em campo um dos maiores esquadrões da história do nosso futebol (Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Valtencir; […]

Leia Mais
Gabigol e o Fla em jogo de gato e rato

Gabigol e o Fla em jogo de gato e rato

https://esporte.uol.com.br/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/08/19/renato-mauricio-prado-gabigol-e-flamengo-em-jogo-de-gato-e-rato.htm Por que em toda a entrevista que dá após os jogos do Flamengo, Gabigol se preocupa em dizer que está aproveitando seus últimos jogos pelo rubro-negro? Últimos, como? Seu empréstimo vai até o final do ano e, além da Libertadores, o rubro-negro tem ainda quatro rodadas do primeiro turno e todas as 19 do […]

Leia Mais
Um sopro de esperança para o Fla

Um sopro de esperança para o Fla

https://esporte.uol.com.br/futebol/colunas/renato-mauricio-prado/2019/07/29/um-sopro-de-esperanca-para-o-flamengo.htm Os desfalques de Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Diego, Vitinho e, agora, Rodrigo Caio, aliados à necessidade de vencer por, no mínimo, 2 a 0, para levar a decisão para os pênaltis, compõem um quadro sombrio para a próxima partida do Flamengo, na quarta-feira, quando enfrenta o Emelec e joga sua sorte na Libertadores. No entanto, […]

Leia Mais
Ué, o campeonato não tinha acabado?

Ué, o campeonato não tinha acabado?

A parada do Brasileiro para a Copa América parece ter servido para equilibrar ainda mais o campeonato, queimando a língua dos açodados que já consideravam o título decidido, com apenas nove rodadas! É cedo pra dizer se o Palmeiras “virou o fio”, mas que voltou pior da paralisação, voltou. No entanto, mesmo eliminado da Copa […]

Leia Mais
A inebriante volúpia ofensiva de Jesus

A inebriante volúpia ofensiva de Jesus

É cedo para dizer se Jorge Jesus dará certo no Flamengo. Mas é inegavel que sua estreia no Maracanã superou as expectativas mais otimistas. Na goleada obtida num estádio praticamente lotado, o elástico placar de 6 a 1, sobre o Goiás, nem foi o que mais me impressionou, mas, sim, a inebriante volúpia ofensiva do […]

Leia Mais
Maior vitória foi ganhar sem Neymar

Maior vitória foi ganhar sem Neymar

Vencer a Copa América, jogando em casa, era praticamente uma obrigação. Mas com a ausência de Neymar, o título ganhou uma conotação, no mínimo, interessante. Afinal, o que mais se falava, nos últimos anos era da tal Neymar dependência na seleção. E, ao menos contra adversários sul-americanos, pode-se dizer que ela não existe mais. Mesmo […]

Leia Mais
De Felipe para Adenor, uma carta de alerta

De Felipe para Adenor, uma carta de alerta

Domingo sem futebol, tirei uma boa soneca depois do almoço e psicografei uma carta de Scolari para Tite. Espero que gostem. “Caro Adenor, Espero sinceramente que essas mal traçadas linhas te encontrem com saúde, disposição e, sorte, acima de tudo, sorte. Vais precisar. Explico: há cinco anos vivi, também com a seleção brasileira e sem […]

Leia Mais